Há mais de 30 anos fabricando alegria!

Dicas

7 brincadeiras para fazer em casa com as crianças!

Publicado em 27.06.2024 |
Visualizações
30 visualizações

Essas brincadeiras para fazer em casa são excelentes para divertir as crianças em qualquer época do ano, no fim de semana, nas férias, durante um feriado prolongado ou até em um dia comum da semana.

Continue lendo e inspire-se!

1 - Faz de conta

menina brincando com fogao infantil poliplac

brincadeira de faz de conta é uma das mais tradicionais e simples que existem, podendo acontecer em qualquer momento e bastando a criatividade.

Sem limites ou regras, basta que exista um incentivo para que as crianças possam imaginar o que quiserem!

Uma ideia para estimular é dar sugestões, como ao montar cenários lúdicos: castelos, planetas, etc.

Ou criar uma pista de corrida, onde cada um é um carro de alta velocidade. Nessa hora, os pequenos e as pequenas podem tudo porque a imaginação não tem limites.

Também é possível usar brinquedos para compor essas histórias, como os blocos de montar, permitindo a construção de objetos, como escudos, espadas, aeronaves e outros.

O mais legal é que todos podem participar, dos menores aos maiores, além de adultos e pets.

2 - Stop ou adedonha

Outra brincadeira que todo mundo adora é o Stop, conhece? Basicamente, será preciso ter folhas de caderno, lápis e mesinhas para escrever.

Então, ao sortear uma letra do alfabeto, os participantes devem completar as colunas com nomes que comecem com tal letra.

Geralmente, os campos a serem preenchidos são:

  • Nome de pessoas;
  • Frutas ou alimentos;
  • Cores;
  • Desenhos ou filmes;
  • Países ou estados;
  • Times ou esportes, assim por diante.

É interessante definir as regras e a pontuação com antecedência para a brincadeira ser divertida e justa. 

Ao invés de criar a competitividade pelo tempo de quem termina primeiro, sendo essa a regra geral do Stop, é possível adaptá-la, de modo a treinar a caligrafia das crianças.

Ou seja, tire o tempo e diga que o objetivo é terminar as colunas sem pensar no tempo.

3 - Massinha caseira

massinha caseira

Há várias receitas caseiras para fazer massinha em casa, sendo que geralmente os ingredientes são fáceis de encontrar, como farinha de trigo, água, sal e óleo.

Então, neste caso, a diversão começa antes, durante a produção do brinquedo.

A partir disso, podemos observar os principais benefícios da brincadeira, como:

  • Desenvolvimento da coordenação motora;
  • Conhecimento de novas texturas pelo tato;
  • Estímulo à criatividade, imaginação e inovação.

A massinha feita em casa é como um brinquedo Montessori porque possui diversas características, em um único produto, durante o processo de aprendizado infantil.

Por exemplo: desenvolve o tato, imaginação, criatividade, habilidades motoras e cognitivas.

4 - Caça ao tesouro

Essa é mais uma alternativa que não exige muito durante a idealização.

Caça ao tesouro é bem simples: basta que alguma das crianças se dedique a esconder um objeto, como um brinquedo e, a partir de uma contagem, as outras devem procurar pelo item até encontrar.

Uma das vantagens é que se trata de uma opção para crianças de todas as idades e que pode ser adaptada para vários níveis de dificuldade.

Ou seja, é possível criar tipos de charadas ou mapas para indicar os lugares próximos aos esconderijos.

No TikTok tem um vídeo didático com uma experiência incrível contada pela Julha Maier.

Ela fez uma caça ao tesouro dentro de casa com 12 pistas e você pode assistir após terminar essa leitura, aqui neste link. Se tiver na época da Páscoa, faça uma caça aos ovos.

5 - Variações com brinquedos

menina montando quebra cabeca poliplac

É comum que as crianças inventem brincadeiras novas a partir dos brinquedos que já possuem e, acredite, essa é uma ótima sugestão.

Inclusive, adultos podem auxiliar nesse processo de criatividade e inovação, já que é sobre dar uma nova vida aos produtos.

Quer um exemplo?

O principal objetivo de um quebra-cabeça é sua montagem, concorda?

Mas, após montar várias vezes, que tal pensar em uma dinâmica por tempo e dificultar o desafio infantil?

Assim, dá para saber em quanto tempo a criança vai montar o brinquedo.

6 - Acampamento indoor

acampamento dentro de casa

A ideia de acampar sempre traz um certo entusiasmo para a criançada e a boa notícia é que ela não precisa ser arriscada ou trabalhosa demais.

Uma ótima adaptação vem do acampamento indoor, isto é, feito dentro de casa e com direito a muitas brincadeiras.

Por exemplo, comece por convocar todas as crianças presentes e crie uma cabana, seja com tecidos, toalhas, lençóis ou outros materiais.

Então, apague as luzes e use lanternas, como a do celular, para iluminar, gerando aquele cenário típico de um acampamento.

A partir disso, é hora de colocar a mão na massa, ou melhor, uma ideia na cabeça, e pensar em jogos divertidos para o momento.

Uma leitura, assim como jogos de tabuleiro, de dados e de cartas. Também dá para ver um desenho animado na cabana improvisada.

E aqui está uma ideia simples e muito funcional, já que atua como atividade sensorial, ou seja, permite que as crianças descubram novos mundos, a partir de formatos, texturas, sons, cores e cheiros.

Da mesma forma, trabalha com a habilidade emocional.

7 – Mímica

brincando de mimica

A mímica é uma ideia ótima para treinar a imaginação das crianças e pode ser um ótimo começo para descobrirem seus dotes artísticos.

Em outro texto, vimos sobre a opção natalina, a atividade pensando nessa data tão especial.

Neste caso, não precisa ter esse viés, podendo ser um tipo de “imagem e ação”, onde cada participante deve pensar em uma palavra ou pegar uma carta e imitar o que está escrito ali.

O objetivo é que alguém acerte sem que o participante diga uma única palavra.

Ah, antes de a brincadeira começar, que tal vocês mesmos criarem as cartas? Por exemplo, uma sugestão é pedir que as crianças indiquem animais ou esportes.

Então, desenhe ou escreva no cartão e, assim, a atividade pode acontecer de um jeito ainda mais divertido.

Use os brinquedos seguros!

Para terminar este conteúdo, uma dica fundamental para garantir que as brincadeiras para fazer em casa não sejam arriscadas para as crianças… Quando for escolher um brinquedo, certifique-se de que ele é seguro para as dinâmicas, garantindo diversão sem limites!

Recentemente, criamos um texto mencionando as principais dicas para fazer isso:

  • Recomendação de faixa etária;
  • Certificação de segurança do fabricante;
  • Qualidade e durabilidade dos produtos;
  • Materiais usados na fabricação;
  • Habilidades das crianças.

Ou seja, é fundamental saber o quanto aquele fabricante se preocupa com o bem-estar, a saúde e a segurança das crianças durante as produções dos brinquedos.

Para ler outros conteúdos como esse, acesse o Blog Poliplac.