Há mais de 30 anos fabricando alegria!

Dicas

Mitos e verdades que você precisa saber sobre o desenvolvimento infantil!

Publicado em 30.01.2024 |
Visualizações
134 visualizações

O início da maternidade e paternidade pode assustar antes mesmo dos bebês nascerem.

É uma enxurrada de comentários, opiniões e sugestões mencionadas por familiares, amigos e conhecidos e nem sempre é fácil identificar os mitos e verdades nessas falas.

Neste blog, vamos trazer algumas dessas verdades absolutas e dicas infalíveis e, a partir delas, explicar quais fazem realmente sentido a partir da ciência e das explicações dos médicos especialistas, os pediatras.

As outras, infelizmente, acredite: não passam de mitos.

É importante estimular o bebê desde a gestação?

gestante estimulando o bebe

Verdade. E tanto é verdade que ainda no útero esses serezinhos já conseguem ouvir e daí a importância da comunicação com eles desde cedo.

O aparelho auditivo começa a se desenvolver a partir da 18ª semana e por volta da 24ª, os sons ficam mais nítidos.

Entre mitos e verdades, vale a pena mencionar ainda que a contação de história e as canções são grandes incentivadoras.

Afinal, eles nascem com aptidão natural para aprender coisas novas e quando incentivados, melhor a experiência do aprendizado.

Uso de eletrônicos pode atrapalhar o desenvolvimento motor?

Verdade. Eletrônicos, como smartphones, podem influenciar negativamente o desenvolvimento motor dos bebês.

A exposição inibe a prática de atividade física e, com isso, eles demoram mais para aprenderem ações ligadas aos movimentos do corpo.

Além disso, o tipo de conteúdo nem sempre é o melhor para cada faixa etária.

Personagens que voam podem trazer um conceito incorreto para os pequenos, por exemplo.

Na primeira infância, eles aprendem imitando os adultos e é importante se atentar nisso.

O uso da tecnologia é sempre negativo?

Mito. O uso da tela para bebês é recomendado após os 2 anos e de forma moderada.

É o que diz a Associação Brasileira de Pediatria. Por outro lado, há recomendação gradativa do tempo de uso desses eletrônicos, partindo de 1 hora por dia.

Ao usar as telas com sabedoria, os responsáveis incentivam o aprendizado sobre de diversos temas.

Atualmente, há muitos games e vídeos que têm o viés educativo, sendo ótimas referências de linguagens para os pequenos, como por exemplo, na musicalização.

Se não engatinhar, vai demorar para andar?

Mito. As fases iniciais do desenvolvimento infantil não são iguais e nem acontecem na mesma intensidade para todos os bebês.

Então, está tudo bem se eles não engatinharem e irem direto para a marcha, o começo da ação de andar. O ideal é observar todos os marcos.

Por exemplo, é muito mais comum do que se pensa pularem a fase do engatinhar.

Sendo que após conseguirem sentar, pode começar o interesse por caminhar.

A explicação tem a ver com os tônus musculares da coluna vertebral e dos membros inferiores.

O bebê só passa a dormir bem depois do primeiro ano?

bebe dormindo

Mito. Mais um fato que é mentira. A maioria dos bebês dorme bem muito antes disso.

E, conforme consenso entre pediatras, a partir de 2 meses já é possível começarem a descansar durante a noite toda.

Uma das dicas para auxiliar nesse movimento é estabelecer uma rotina.

Sendo assim, no fim da tarde, recomenda-se a diminuição de brincadeiras intensas.

Ao mesmo tempo, é ótimo iniciar o ritual do sono, com banho morno e contação de história.

O recém-nascido não enxerga como adulto?

Verdade! Uma verdade cientificamente comprovada.

Mas, atenção: não é porque não enxergam como adultos que vão ver em preto em branco, como muita gente pensa.

O que os bebês enxergam são tonalidades diferentes, dando atenção para as mais vibrantes.

E tem outra informação importante. Os bebês podem ver em distâncias mais curtas no começo e, só mais tarde, enxergam as mais longas.

Por isso, os móbiles são interessantes. Primeiro, isso se dá em até 30 centímetros dos olhos.

A partir de 2 meses, focam objetos. Com 1 ano, têm a mesma visão dos adultos.

Estímulos precisam ter um limite para não serem excessivos?

Verdade. Essa questão, que gera dúvidas entre mitos e verdades, é muito curiosa porque acaba sendo um verdadeiro tabu.

Saiba que o excesso de estímulos exclui o ócio criativo dos pequenos, importante para diversas funções cerebrais dele no começo da vida.

Portanto, não se deve ocupar a agenda toda do seu filho com atividades extracurriculares.

Ainda que as intenções sejam as melhores, visando o desenvolvimento deles, o “tempo para fazer nada importa”.

Assim, busque o equilíbrio e sempre deixe um tempo livre.

É possível estimular a fala do meu bebê?

Verdade. Da mesma forma que nos mitos e verdades sobre os estímulos na gestação, considere que isso também é possível na fase da fala.

De novo, a comunicação com os pais e responsáveis se faz como importante. Detalhe: estimular é diferente de corrigir.

Para a neurociência, os comentários negativos têm efeito contrário, sendo desestimulantes.

Durante essa fase do desenvolvimento infantil, deve-se incentivá-los sem interromper ou apontar erros. Existem brinquedos que auxiliam nisso.

Todos os bebês sabem nadar?

Mito. A última afirmação, extremamente necessária para prevenção de acidentes, é sobre a prática de nadar.

Definitivamente, saiba que os bebês não nascem sabendo fazer isso, ainda que possam se movimentar bem na água logo nos primeiros meses de vida.

A explicação está no fato de que isso é um reflexo do tempo em que ficaram dentro da barriga, no líquido amniótico.

Para aprender a nadar, os bebês precisam fazer aulas de natação, sendo que no começo recomenda-se o acompanhamento dos pais ou responsáveis.

Mitos e verdades: como saber?

mitos e verdades sobre o desenvolvimento infantil

Em um mundo de opiniões e palpites, acontece de sermos persuadidos a acreditar em algumas informações equivocadas, ainda mais quando é um novo assunto.

No entanto, é preciso cuidado para que mitos e verdades não se tornem problemas sérios na saúde dos bebês e das crianças.

Uma boa dica para isso é sempre se orientar conforme as indicações médicas.

Afinal, esses profissionais têm por trás muito conhecimento técnico e científico acerca dos assuntos.

Além disso, há associações e organizações que se dedicam a fazer esse trabalho.

A Associação Brasileira de Pediatria cria campanhas para desmistificar o que é falso.

Há alguns anos, fez o #MaisQueUmPalpite e mostrou que mitos são populares em todos os estratos sociais.

A partir disso, criou uma série de conteúdos informativos verdadeiros. Recomendamos a leitura!

E para auxiliar no desenvolvimento e diversão dos pequenos, saiba que você pode contar com diversos produtos da Poliplac e Policar, confira mais no site oficial com loja direto de fábrica!