Dicas

Conheça 7 benefícios da dança para os pequenos.

Publicado em 26.01.2024 |
Visualizações
32 visualizações

A recomendação dos pediatras é a de incentivar as práticas corporais desde cedo.

O que faz muito sentido quando se considera o poder delas para a evolução natural das crianças.

Neste post do nosso blog, listamos os 7 principais benefícios da dança para os pequenos.

É impressionante o poder dessa atividade na educação deles!

Em meio aos jogos eletrônicos e à rotina escolar, com certeza, essa é uma quebra de barreira que impulsiona o desenvolvimento saudável – físico, emocional e mental – do público infantil.

No começo até pode parecer exagero, mas, durante a leitura, observe como esse estímulo pode tornar as crianças mais bem-preparadas para a vida e em todos os aspectos!

A importância da dança na educação infantil

criancas dancando ballet

Na infância, acontecem algumas das principais evoluções do ser humano, como o desenvolvimento corporal.

A criança começa a conhecer o próprio corpo e as possibilidades que ele permite. Esse é apenas um dos benefícios da dança para os pequenos.

Isso porque essa atividade tão cativante, que é como uma brincadeira, cria vários estímulos:

  • Visual,
  • Auditivo,
  • Tátil,
  • Cognitivo,
  • Afetivo e
  • Motor.

A dança é uma forma de expressão. Aliás, foi uma das primeiras maneiras de se comunicar da humanidade.

Acontece por meio de gestos, sinais, expressões e movimentos combinados com o som e a música. Hoje, a atividade é característica e dividida em tipos.

Para o público infantil, as opções que mais agradam são: hip hop, sapateado, balé, zumba, jazz e ciranda.

Independente de qual das opções escolhidas, o importante é observar que sempre há vantagens na prática desse exercício físico. Veja mais no tópico a seguir.

Benefícios da dança para crianças

criancas em coreografia de danca

Um dos pontos mais interessantes ao avaliar esses benefícios da dança é notar o estímulo ao desenvolvimento de modo divertido.

É brincando que as crianças aprendem comandos e habilidades, de maneira saudável e no ritmo da música. 

Entenda como isso acontece durante a execução da atividade nos tópicos a seguir.

1 - Concentração

O primeiro ponto tem relação com a vantagem cognitiva. Autodisciplina, administração do tempo e concentração são alguns exemplos disso.

Inclusive, são habilidades que farão diferença no decorrer da vida, seja na escola, no trabalho ou em outros lugares.

Com relação à concentração, os profissionais da saúde afirmam que todo exercício físico é uma ótima maneira de canalizar a disposição das crianças.

Isso porque coloca o cérebro em um nível diferente de raciocínio, o que exige comandos e muito foco.

2 - Memorização

O estímulo cerebral da dança gera efeitos de memorização. A explicação é: ao movimentar o corpo, informações são enviadas ao sistema nervoso central.

Ou seja, durante os ensaios e apresentações, podemos dizer que o cérebro funciona o mais rápido possível.

Além dessa ativação, a dança exige passos e sincronização, mesmo ao ter um único personagem em cena.

O que tem a ver com a boa memória, seja para saber qual é o próximo passo ou para se lembrar de como relacionar o som com os movimentos.

3 - Coordenação motora

A dança fortalece os músculos, podendo atingir todos os membros.

Para o público infantil, o principal resultado disso é que os dançarinos e dançarinas reconhecem os limites do próprio corpo e começam a treinar o domínio da própria força.

Com as aulas, os movimentos começam a se tornam mais precisos. Essa consciência tem vantagens, como na memória muscular, que vai perdurar por quase toda a vida.

Outro conceito legal é o da orientação espacial, por meio de movimentos circulares, curvas, etc.

4 - Exercício físico

A dança é arte! E também é um excelente exercício físico que auxilia na manutenção de um corpo saudável.

Quando se movimentar vira hábito, até a postura melhora. Ainda pensando na questão física, há melhora da flexibilidade e resistência.

Assim como vimos no benefício da coordenação motora, existe o fator muscular nessa lista de vantagens de praticar a dança.

Essa atividade, portanto, é altamente recomendada para tonificação dos músculos.

5 - Laço artístico

A conexão com a arte e o estreitamento com o laço artístico também é interessante ser avaliado.

É por meio de movimentos corporais e da musicalização que se aprende sobre ritmos e culturas. Mais do que isso, estimula a criatividade e a imaginação.

Do ponto de vista da formação cultural, há de se lembrar que a atividade dançante possui muita influência regional.

Então, direta ou indiretamente, permite aprender sobre a história de outros povos, enriquecendo não apenas o corpo, mas a mente.

6 - Socialização

A linguagem corporal é comunicativa. De modo que a socialização aparece como mais um dos benefícios.

Os pequenos passam a interagir com outras pessoas que estão ao redor, indo além do ambiente familiar e da escola. Assim, podem surgir boas amizades.

Um dos pontos mais interessantes aqui é saber que ao trabalhar o corpo em movimentos e sem preconceitos, também há o incentivo de lidar com o diferente.

Logo, acaba sendo uma maneira divertida e sem cobranças de se expressar sem medo de julgamentos.

7 - Autoconfiança

Também no campo das emoções, considere a dança como ótima alternativa para combater a timidez e a insegurança.

Portanto, contribui para a autoconfiança, importantíssima durante a vida toda. Crianças mais confiantes são mais autônomas no dia a dia, por exemplo.

O poder da dança é tão incrível que existem muitos casos em que os pequenos mais tímidos conseguiram se conhecer mais nessa atividade.

Assim, levaram isso para o dia a dia, de modo a se tornarem mais expressivos e sem alguns temores da vergonha.

Alcançando os benefícios da dança

criancas fazendo coreografia de danca

Não são apenas estúdios de danças e escolas infantis que proporcionam os benefícios da dança para os pequenos.

A atividade pode ser praticada de outras formas também, até mesmo em casa, entre irmãos, amigos e primos. Será como aquelas brincadeiras antigas.

Além da prática ser muito positiva para o desenvolvimento das crianças, também há nela uma possibilidade incrível de diversão.

Então, por que não fazer brincadeiras dinâmicas e acrescentar a dança nesse repertório? Afinal, música e dança sempre dão jogo.

Outra sugestão, mais tecnológica, é a de incentivar essa atividade física por meios eletrônicos.

As novas gerações nascem conectadas ao mundo online. Sendo assim, usar aplicativos e games virtuais de dança para divertir todos pode ser uma ótima ideia.

Agora que você já conhece todos os benefícios da dança para as crianças, que tal criar um repertório de brincadeiras, atividades e ações que incluem essa atividade no dia a dia dos pequenos?

No nosso blog, temos várias dicas interessantes, acesse.